Histórico Thunder Fight

Em 2013 o Thunder Fight começou a ser desenvolvido, começou pelo processo de identidade visual, onde seu criador e ceo Marcelo Kina, montou todo projeto para execução do evento.

Thunder Fight 11 no Ginásio Mané Garrincha
Thunder Fight 11 no Ginásio Mané Garrincha

Após 1 ano, em setembro de 2014, o projeto saiu do papel e foi executado,  foram 7 lutas no centro de tradição nordestina que teve a transmissão do canal woohoo. Depois de 3 meses o Thunder Fight fechou parceria para transmissão com o canal Bandsports e realizou sua segunda edição no Ginásio Esportivo da Mooca, que lotou.

Thunder Fight no Centro de Tradições Nordestina
Thunder Fight no Centro de Tradições Nordestina

Em sua terceira edição foi definido o primeiro campeão da história do evento, e o local foi a universidade são judas que recebeu mais de 2mil pessoas para ver Thiago Para vencer Edvaldo Gameth por decisão unânime dos juízes e se tornar campeão da categoria meio médio, está edição foi marcada por ser o primeiro evento no Brasil a ser realizado dentro de uma universidade.

Thunder Fight 3 na Universidade São Judas
Thunder Fight 3 na Universidade São Judas com mais de 2mil pessoas.

A quarta edição foi histórica, onde dois dos maiores líderes de equipe do Brasil se enfrentaram, travando uma das melhores lutas da história do mma nacional, de um lado a lenda viva do mma, Jorge Patino Macaco líder da Macaco Gold Team e do outro Celsinho Venicius líder da Ryan Gracie equipe do maior rival de Jorge patino macaco, o evento bateu recorde de público no ginásio do Pacaembú colocando mais de 4mil pessoas, que viram Jorge Patino Macaco vencer Celsinho Venicius por decisão dos juízes e sangrando-se campeão da categoria peso leve.

Thunder Fight 4 no Ginásio do Pacaembú
Thunder Fight 4 no Ginásio do Pacaembú com recorde de público pagante, mais de 4mil pessoas.
Divulgação Thunder Fight 4 - Macaco vs Celsinho
Divulgação Thunder Fight 4 – Macaco vs Celsinho

Pela primeira vez dois cinturões em jogo, foi assim o Thunder Fight 5, corando André Motoca campeão peso galo ao vencer Júnior Maranhão e Vítor negão que nocauteou o então campeão Thiago Para, tornando-se campeão meio médio.

Campeões Thunder Fight 5
Thunder Fight 5 no Ginásio do Clube Aquático do Bosque

Universidade UniItalo foi sede da sexta edição do Thunder Fight que teve uma super luta entre Daniel Willicat contra o talentoso Zé Reborn, onde Daniel Willicat nocauteou Zé reborn, nesta edição o ex-UFc Elias Silverio sagrou-se campeão ao derrotar o atleta Cachorro Louco, com presenças dos jogadores de futebol Alan Kardec e Paulo Henrique Ganso, o ginásio da UniItalo ficou pequeno para receber o público do Thunder Fight que mais uma vez lotou as dependências da universidade.

Thunder Fight 6 no Ginásio da Universidade UniItalo
Thunder Fight 6 no Ginásio da Universidade UniItalo

Thunder Fight 7 teve ex-UFC Paulo Thiago na luta principal contra o ex-TUF Markus Maluko, fora 5 rounds de muita movimentação, no final Markus Maluko venceu Paulo Thiago conquistando o cinturão dos médios da organização, posteriormente Markus Maluko tornou-se atleta do UFC.

Thunder Fight 7 realizado no Ginásio da Universidade Cruzeiro do Sul
Thunder Fight 7 realizado no Ginásio da Universidade Cruzeiro do Sul

Outro destaque foi o Thunder Fight 8, onde o lutas históricas marcaram está edição que teve presenças ilustres como Giovani Decker na época presidente do UFC no Brasil e o master chefe Henrique Fogaça que viu seu amigo Lucas mineiro vencer   serginho leal por pontos em uma luta eletrizante, na luta principal Elias Silverio acabou sendo finalizado pelo atleta do Corinthians MMA Washington Nunes que conquistou o cinturão meio médio da organização, esta foi outra edição que bateu recordes de público com mais de 3mil pessoas.

Thunder Fight 9 Lucas Mineiro conquistou o cinturão peso pena ao derrotar o campeão Gilson Lomanto, com grandes lutas o ano de 2016 finalizou com mais um super evento.

Em 2017, Thunder Fight 11 pela primeira vez ao vivo no canal esporte interativo para todo Brasil, foram mais de 1 milhão de espectadores que viram está super edição que contou com o espetacular nocaute de Clécio Bruto sobre o legendário Flavio Alvaro.

Thunder Fight 12 foi marcado pela estreia da lenda do mma paulista Marcos Babuino que fez um grande combate com Marcelo Matias, onde acabou vencendo por decisão unânime dos juízes.

Edvaldo Gameth da a volta por cima e conquista o cinturão da categoria meio pesado do Thunder Fight na edição 14, depois de perder a disputa de cinturão no Thunder Fight 3 para Thiago Para, Gameth não desperdiçou a nova chance e venceu Wagner Luís pode decisão do Juízes sagrando-se campeão meio pesado da organização. 

Thunder Fight 13 com grandes duelos que marcaram história em mais uma edição bem sucedida, destaques para a luta entre Marcos Babuino vs Gilmar China que deram um show no cage, no final a vitória apertada por decisão dividida para Marcos Babuino, outro grande duelo foi a luta entre Marina Rodriguez que derrotou Natalia Silva em um combate de 3 rounds, com vitória para Marina que completou um cartel de 9-0.

Gilmar China e Marcos Babuino protagonizaram um grande show
Gilmar China e Marcos Babuino protagonizaram um grande show
Super luta entre Marina Rodriguez contra Natália Silva
Super luta entre Marina Rodriguez contra Natália Silva